Comida de acampamento

O que fazer de comida no camping é sempre uma dúvida. Primeiro pela dificuldade de conservação de alguns alimentos, depois, pela praticidade (ou falta dela) e também pela criatividade... pensando nisso, surgiu a idéia deste post. Vamos relatar o que geralmente consumimos nas principais refeições (café da manhã, almoço e janta).

Sugira também você um prato ou cardápio para fazer no camping:!

1.Café da manhã: nós  temos duas combinações de produtos não perecíveis, ou que têm maior durabilidade, como opção do café da manhã no camping.
a.   Café solúvel, leite em pó, pão de sanduíche (porque dura mais), geléia e queijo pollengui (porque podem ser conservados fora da geladeira)


b.   Cereal ou granola, fruta desidratada, leite em pó


c.  Depois disso, as opções são adquirir produtos locais, desde pães a frutas, cafés, etc. Essa opção pode surpreender. Em San Jose del Maipu, próximo a Santiago do Chile, o camping era bem simplinho, mas o pão feito lá, no forno de barro, era algo espetacular. Outra deliciosa surpresa, foram as frutas que compramos em Nazca, no Peru. Um lugar com clima desértico, bastante simples, quase sem opções de refeição... nos brindou com mangas bem docinhas.

2. Almoço: quando nossa viagem é mais longa, tomamos café da manhã na barraca, e entre almoço e janta, intercalamos uma refeição na barraca e uma fora (em restaurante local). Por isso, segue opções de quando cozinhamos no acampamento:
a.   Carreteiro ou rizotto: dupla simples de arroz e carne. Se você tiver um fogareiro de duas bocas, sugiro comprar aqueles arroz em saquinho, que é mais prático de preparar, e em outra panela preparar a carne com molho. Depois é só juntar os dois e pronto! Importante lembrar que, se sua viagem for para fora do Brasil, não é permitido atravessar a fronteira com produtos perecíveis de origem animal ou vegetal. Por isso, sugiro que visitem um supermercado na cidade que estiverem acampando. É uma experiencia interessante, e pode ser pesquisado o lugar e até os preços na internet.


b.    Yakissoba. Aqui vocês devem estar se perguntando se nós enlouquecemos. Não! Nós vimos pela primeira vez, um grupo acampando em floripa preparando um. Aí, pesquisamos e tornou-se uma especialidade. Basta levar a massa, um potinho pequeno de molho shoyo e comprar alguns legumes bem coloridos no comércio local, como brócolis, abobrinha, cenoura, pimentão. Em uma panela ferva a água e coloque a massa para cozinhar, quando estiver “al dente”, retire a maior parte da água. Coloque os legumes já cortados em tamanhos similares, e despeje o molho shoyo. Em alguns minutos está pronto seu Yakissoba. Se preferir, coloque pedaços de frango a cozinhar junto com a massa.


c.    Peixe assado: levamos uma mini churrasqueira, mas a maioria dos campings no sul do Brasil, Uruguai, Argentina e Chile disponibilizam aos campistas. Temos uma pequena forma retangular, onde colocamos o peixe, temperado com sal e limão, e fechamos a forma com papel alumínio. Recomendo colocar umas rodelas de batata ou outro legume junto. Fica uma delícia! No litoral do Chile, o preço do salmão é muito acessível... costumo brincar que tem preço de tainha. E por isso, quando passamos o reveillon em Vina del Mar, nossa ceia foi salmão assado. Podre de chique!!!

3.Janta: muitas vezes fazemos lanches na janta, por isso, aqui vão algumas sugestões saborosas:
a.  Pizza: sim, pizza! Temos uma prensa de torrar pão, bem grande. Aí, compramos pão sírio (aquele redondo, achatadinho), queijo e o recheio que tivermos afim de comer, como calabresa, chocolate, tomate e manjericão, atum, etc. É só esquentar a chapa em um fogareiro, colocar a “pizza de pão sírio”, tapar por alguns segundos e está pronta! Queijo derretido e massa crocante!

b.   Cachorro-quente: pão, salsicha, molho pronto (ou quem se animar, molhinho de tomate fresquinho), enlatado de milho, ervilha, ovo cozido e o que mais quiserem incluir. Muito bom!!!

4. Petiscos: sempre temos petiscos no carro, porque a maioria das viagens que fazemos, prevêm longas horas de estradas. Além de uma trilha sonora bem pensada, muitas fotos do trajeto, nossa receita também acompanha, o que chamamos de “serviço de bordo”:
a.  Amendoim, amendoas, castanhas, nozes e outras oleoginozas. Às vezes compramos “in natura”, outras vezes salgadas, ou ainda glaceadas. Sempre, uma excelente pedida!
b.  Frutas secas: Banana passa, uva passa, damasco desidratado, maçãs secas, peras, figos, ameixas e outras frutas. Todas desidratadas, o que facilita o transporte e a conservação. Inclusive, ameixas secas já nos salvaram em uma situação que não tínhamos o que passar no pão... virou “chimia”de ameixa!

Por último, são os produtos pré-prontos e enlatados, como massas, arroz com sabor, molhos, etc. Não são nossos prediletos, mas já utilizamos muito.

Sugiro também a leitura do post da Rita, no blog 
" Passamos uma semana viajando e dormindo na barraca, mas nos alimentamos bem durante todos esses dias!"


Espero que tenham gostado, que alguma dica aqui seja útil. Agora é a vez de vocês! Qual o cardápio mais utilizado nos acampamentos? Alguma idéia prática e gostosa?

19 comentários:

  1. Boa tarde sou um novato mas gostei minha esposa não gosta muito mas esta se acostumando meus filho ficam loucos por aventuras, vou para o beto carreiro dia 25/12 tem algum Camping para recomendar próximo ao parque, um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existem campings lá perto sim, procura no google por camping no município de Penha. Não sei nenhum pra indicar, mas quando passei por lá eu vi que tinha alguns de passar na frente

      Excluir
    2. Pedro e Lohanna, bom dia! Aqui no blog colocamos os campings que Fabiano e eu estivemos juntos (por isso nosso), mas o Fabiano já esteve com um amigo em um camping ótimo na praia da Penha - SC, próximo ao Beto Carreiro que chama-se Flamboyant Amarelo http://www.campingflamboyant.com.br/php/index.php
      Está na nossa lista para visitá-los e publicar aqui, enquanto isso, fica a dica!
      Abraços,

      Excluir
    3. camping Xangrilá em Penha SC muito bom, ao fim da rua lateral do Beto Carrero vire a esquerda, a direita fica sentido Navegantes; siga reto, fica a direita da rua principal ao lado da praia...vale a pena.

      Excluir
  2. Ótimas dicas, adorei!!! Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita e pelo prestígio Lelah! Qualquer dúvida é só enviar, se soubermos será um prazer ajudar! Abraços,

      Excluir
  3. Poxa, adorei as dicas e acho que posso absorver algumas. Só fico triste por ainda não ter a maioria dos recursos... No Carnaval eu vou a praia de Berlinque, tem um camping lá e ouvi dizer que tem uns mercados nas redondezas. Ainda assim eu não tenho fogareiro e coisas tal. Vou ter que me virar ou rezar pra que existam restaurantes ali. Vida dificil de aventureiro novato. Eu ainda não tenho coragem de ir pra os locais que você relatou aqui na A. do Sul. Um dia talvez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Junio, que bom que gostastes das dicas.

      Quanto a não ter o equipamento de cozinha, alguns campings disponibilizam suas cozinhas com panelas, pratos, etc. Talvez possa começar por lugares assim.

      Sobre o camping da Praia do Berlinque, em Itaparica, passamos na frente em Abril/12 quando estivemos na Bahia, mas achamos ele meio "abandonado". Entra em contato pra ver se agora no verão eles estão com mais estrutura.

      Uma opção é o camping de Salvador, na praia de Stella Maris... http://nossoguiadecampings.blogspot.com.br/2012/04/brasil-ba-camping-em-salvador.html
      não lembro se tem cozinha equipada, mas fica próximo de tudo: supermercado, restante, e praia (que é o mais importante!).

      Abraços,

      Excluir
  4. Gostaria de saber qual a média do valor para ficar em campigs?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maycon, você quer saber do preço médio dos campings em que lugar? No Brasil e na América do Sul, varia de R$ 10 a R$ 30. Na Europa, o valor varia entre R$ 18 e R$ 40, por pessoa, por dia.

      Excluir
  5. Tb gostei muito das dicas. Eu até tenho o costume de acampar mas na hora de fazer as compras da comida sempre acabo esquecendo como foi a última viagem e as vezes, opto mesmo por comer em restaurante, o que muitas vezes gasta-se mais tempo e claro, dinheiro. Obrigada!

    ResponderExcluir
  6. olá.. gostaria de saber se há algum camping para me indicar em Rolante-RS.. perto da cascata das andorinhas que tenha lugar para deixar o carro.. Obg

    ResponderExcluir
  7. Adorei as dicas, quando acampamos costumamos fazer também strogonoff. a carne não tem jeito tem que ser enlatada, mas a turma toda adora e a galera que também está no camping fica abismada. Todo mundo comendo macarrão instantâneo e a gente com altos pratos. Bjs

    ResponderExcluir
  8. Muito boas as dicas! Também sou novato no campismo e uma outra opção de comida pata acampamento são aquelas vendidas prontas em embalagens à vácuo: não precisam de geladeira, cabem em qualquer canto da mochila e o preparo resume-se a aquecer em banho-Maria: ficam prontas em 10 minutos.

    ResponderExcluir
  9. Ótimas dicas parabéns e continue postando.
    Certamente já é do conhecimento de vocês mas aqui vão as minhas dicas sobre água, maior problema do sobrevivêncialista praticante de Bushcraft
    http://www.bmsdesign.com.br/clientes_clorin.html
    https://www.youtube.com/watch?v=f2k1zBy4_NU
    https://www.youtube.com/watch?v=K1StO8dVeSg

    Dica de combustível de emergência e uso no fogareiro de bolso
    https://www.youtube.com/watch?v=SpFabZD_ooE
    https://www.youtube.com/watch?v=lQqEWF4aUA4

    ResponderExcluir

Postagens populares